Melhores de 2016: Ator Coadjuvante

.

Prestes a completar 80 anos (em 27 de setembro), o espanhol José Sacristán iniciou a carreira de ator no início dos anos 1960 e hoje soma mais de 150 créditos no cinema e na tevê. Mesmo com números tão impressionantes, somente “A Garota de Fogo” foi uma produção com o seu nome no pôster a desembarcar nos últimos anos no Brasil. Trata-se de um nome importante durante o progresso do cinema de seu país e em “A Garota de Fogo” o desejo é de conhecer outras de suas faces.

Aparentemente pacato, o seu Damián é uma presença a princípio avulsa na narrativa orquestrada por Carlos Vermut, como deixa no ar um prólogo que pouca relação parece ter com uma história que corre atualmente. As aparências enganam, com Damián logo retornando no terceiro ato de uma trama que mais se assemelha a um quebra-cabeça de mil peças. O que vem é assustador, tendo rendido a Sacristán uma indicação ao Goya 2015 de Melhor Ator Coadjuvante.

.

OUTROS DESTAQUES:
Emory Cohen (Brooklin) • Harvey Keitel (Juventude) • Luis Silva (De Longe Te Observo) • Sylvester Stallone (Creed: Nascido para Lutar)

.

Em 2015: J. K. Simmons, por Whiplash: Em Busca da Perfeição
Em 2014: 
Matthew McConaughey, por O Lobo de Wall Street
Em 2013:
Mikkel Boe Følsgaard, por O Amante da Rainha
Em 2012:
François Damiens, por A Delicadeza do Amor
Em 2011:
John Hawkes, por Inverno da Alma
Em 2010:
Pierce Brosnan, por “O Escritor Fantasma
Em 2009: 
Eddie Marsan, por “Simplesmente Feliz
Em 2008: 
Javier Bardem, por “Onde os Fracos Não Têm Vez
Em 2007: 
Jackie Earle Haley, por “Pecados Íntimos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s