Resenha Crítica | Tudo Que Quero (2017)

Please Stand By, de Ben Lewin

Portador de poliomielite desde a sua infância, o cineasta nascido na Polônia Ben Lewin pôde com o seu “As Sessões” mostrar uma figura real em um estágio muito mais agravante de sua condição, o jornalista e poeta Mark O’Brien. Sem autopiedade e com até mesmo certa dose de humor, fez um drama inclusivo especial principalmente pelo modo como desconstruiu valores ainda sustentados sobre indivíduos com deficiência e até mesmo sobre sexo.

É de modo natural com o qual se envolve em “Tudo Que Quero”, desta vez dando protagonismo a uma personagem com autismo. Interpretada pela sempre excelente Dakota Fanning, Wendy tem 21 anos e passou a viver em um lar especial assim que a sua mãe faleceu. A sua estratégia é mudar a mentalidade de sua irmã Audrey (Alice Eve), que, por sua vez, se vê despreparada para inseri-la em sua casa e na família que está construindo.

Para mostrar que o autismo não a impede de ser uma pessoa capaz de caminhar com as próprias pernas, Wendy aproveita o seu fanatismo por “Star Trek” para se inscrever em um concurso da Paramount Pictures, que está recebendo roteiros escritos por fãs para dar continuidade à franquia. Com um texto com quase 500 páginas concluído, ela parte para Los Angeles com apenas alguns dólares no bolso, um bloco de notas e o seu cãozinho de estimação.

A melhor escolha de Ben Lewin, ancorado pelo roteiro de Michael Golamco, está em conferir um tom afável a uma história densa. Por um lado, “Tudo Que Quero” jamais se furta de mostrar a realidade de um autista, como a maneira particular que se socializa e organiza a sua rotina com um rigor incomum. Por outro, o curso da breve aventura que Wendy desbrava tem desdobramentos quase fantasiosos, inclusive com a música do brasileiro Heitor Pereira exercendo grande influência para efetivar essa intenção, que resulta em um filme agradável para todos os públicos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s